ENVIAR A UMA AMIGO

X

A EDP Renováveis ganhou 66 milhões de euros no primeiro semestre, um aumento de 32%

A EDP Renováveis ganhou 66 milhões de euros no primeiro semestre, um aumento de 32%

A EDP Renováveis (EDPR), a quarta companhia eólica do mundo, subsidiária do Grupo EDP-Energias de Portugal, obteve, no primeiro semestre de 2009, um lucro líquido de 66 milhões e aumentou o seu EBTIDA em 19%, para 271 milhões de euros. A EDPR está cotada no mercado de valores Euronext.

A 30 de Junho deste ano, a EDP Renováveis somava 5.301 megawatts (MW) de capacidade eólica instalada, o que a mantém no quarto posto do ranking mundial. A empresa, presente em seis países de Europa, para além dos Estados Unidos e Brasil, tem em construção 1.261 MW e uma carteira de projectos de 28.304 MW.

A EDP Renováveis detém, ao finalizar o primeiro semestre de 2009, uma carteira de mais de 5,3 GW.

Em termos de capacidade instalada, a EDP Renováveis acrescentou, nos últimos 12 meses, 1.455 MW, com um aumento de 38%, em relação ao primeiro semestre de 2008. A produção eléctrica entregue no primeiro semestre ascendeu a 5,253 GWh, 33% mais do que no período homólogo de 2008.

Para além dos 5.301 MW eólicos já em operação, a EDP Renováveis possui 1.261 MW em construção, dos quais 760 MW se encontram em parques europeus e 501 MW nos Estados Unidos. A empresa prevê aumentar a sua capacidade eólica até 10.500 MW em 2012.

Os Estados Unidos são o primeiro mercado mundial da EDPR, com uma capacidade instalada de 2.358 MW, tendo ainda em construção outros 501 MW e em pipeline 17.785 MW. Espanha é o segundo mercado com 2.109 MW de capacidade instalada, 477 MW em construção e 4.999 MW em perspectiva de desenvolvimento. O Brasil é o terceiro país em potência. Neste mercado, a EDPR prevê desenvolver até 1.544 MW, que somaria aos 14 MW actuais de capacidade instalada.

A EDP Renováveis conseguiu uma das mais altas margens de EBITDA da indústria eólica, 76% graças sobretudo ao avanço alcançado nos Estados Unidos, onde o EBITDA aumentou 56%.

O balanço da empresa mostra uma grande solidez, com uma dívida líquida que representa apenas 20% (1,900 milhões de euros) do valor da empresa, o que reflecte um baixo risco financeiro.

Results Presentation 1H2009