ENVIAR A UMA AMIGO

X

A EDP Renováveis visa investir 4 biliões de dólares na American wind energy generation ao longo de 2012

A EDP Renováveis visa investir 4 biliões de dólares na American wind energy generation ao longo de 2012

Funcionários da EDP e da EDP Renováveis, o segundo maior gerador de energia eólica do mundo em termos de capitalização do mercado e também o terceiro maior produtor de energia eólica nos Estados Unidos, anunciaram hoje que tencionam empregar cerca de 4 biliões de dólares para a construção de novos parques eólicos nos Estados Unidos ao longo de 2012. Este investimento contribuirá para criar milhares de postos de trabalho para desenvolver, construir e operar os novos projectos, assim como para fabricar os equipamentos que serão instalados nesses projectos. O objectivo terá como base o valor recorde de novas capacidades que a empresa já instalou e está a construir em 2009, totalizando 800 megawatts (MW) que valem mais de 1,5 biliões de dólares de investimento.
“A EDP Renováveis está empenhada na parceria com os Estados Unidos por várias razões, mas sobretudo por causa da liderança que temos visto por parte do Governo Federal”, disse António Mexia, Director Executivo da EDP e Presidente da EDP Renováveis. “A Administração Obama e o Congresso sublinharam que estão empenhados na promoção da produção de energias renováveis, o que nos assegurou que a América é o lugar certo para investir”.
Nos Estados Unidos, a EDP Renováveis está presente em 21 estados e opera mais de 2.500 MW de capacidade de energia eólica. As operações domésticas dos Estados Unidos da EDP Renováveis cresceram de 60 funcionários para cerca de 300 em apenas três anos. O rápido crescimento da empresa em 2009 deve-se, em grande parte, à implementação bem sucedida do Programa 1603 pelo Departamento da Tesouraria e pelo Departamento de Energia, que forneceu um enquadramento regulamentar para acelerar a construção da nova capacidade de energia renovável.
“A participação da Horizon Wind no programa 1603 da Lei de Recuperação é um exemplo da verdadeira parceria federal com o sector privado”, disse o secretário da Tesouraria Tim Geithner. “Este programa inovador fornece às empresas os recursos necessários para aumentarem os investimentos na produção de energia renovável, permitindo que a nação estabeleça uma indústria de energia doméstica limpa que cria emprego e revitaliza a nossa economia.”
O Programa 1603 dá aos produtores de energia eólica e de outras energias renováveis a oportunidade de compensar os custos de novos projectos com um subsídio de 30 por cento. As empresas que beneficiam do programa concordam em abdicar de certos créditos fiscais para os quais teriam sido elegíveis no futuro. Os pagamentos directos estimularam o desenvolvimento de empresas que não tinham um passivo fiscal federal e incentivaram o reinvestimento imediato dos lucros das energias renováveis.
António Mexia continuou: “Não há dúvida de que o programa certo foi posto em prática no momento certo. Trazemos novas construções e postos de trabalho permanentes de operação para as vilas e cidades de todos os tamanhos e prevemos a actividade económica que vem com estes empregos. Estamos a instalar equipamentos fabricados nos Estados Unidos e também estamos a dar às pessoas novas opções de energia limpa.”
O anúncio vem um dia antes de a Horizon Wind Energy, uma empresa da EDP Renováveis, tencionar dedicar a primeira fase do Parque Eólico Meadow Lake, em Indiana, um projecto de 199,65 MW no valor de mais de 400 milhões de dólares. A segunda fase começou a sua construção no início de Setembro, tendo sido acelerada devido ao financiamento do Plano 1603 que a empresa recebeu de um projecto anterior.
Mexia acrescentou: “a EDP está empenhada em reinvestir todos os financiamentos recebidos do Programa 1603 em novos projectos de energia renovável e em empregos nos Estados Unidos. No entanto, é preciso fazer mais. O próximo passo é promulgar uma Norma de Energia Renovável agressiva que irá garantir que mais empresas como a EDP possam fazer investimentos a longo prazo neste sector. ”
Uma Norma de Energia Renovável (NER) exigiria que uma fracção específica de electricidade da nação derivasse de fontes renováveis de energia. Uma NER sólida resultaria na concorrência, eficiência e inovação que a energia renovável proporcionaria ao menor custo possível, permitindo-lhe competir com outras fontes de energia.
“Uma NER é essencial para criar um enquadramento que irá proporcionar um crescimento sustentável no sector da energia eólica em todo o país”, disse Mexia. “Com uma NER forte em acção, os Estados Unidos podem continuar a liderar a nova economia de energia mundial, manter e criar empregos e investimentos aqui, desenvolver liderança tecnológica numa empresa com um futuro sólido e demonstrar um compromisso concreto para resolver a mudança climática global. ”


Sobre a Horizon Wind Energy

Com mais de 20 parques eólicos nos Estados Unidos, a Horizon Wind Energy desenvolveu mais de 3.400 MW e opera mais de 2.500 MW de parques eólicos.
A Horizont é detida pela EDP Renováveis SA (“EDPR”), um líder global no sector das energias renováveis que projecta, desenvolve, gere e opera centrais eléctricas que geram electricidade usando fontes de energia renováveis. Com uma linha de desenvolvimento pioneira, os bens de primeira classe e a capacidade de liderança operacional de mercado, a EDPR tem tido um desenvolvimento excepcional nos últimos anos. A capacidade instalada da EDP Renováveis aumentou quatro vezes entre 2005 e 2007, tornando-se o quarto maior produtor de energia eólica do mundo. A EDPR está cotada na Bolsa de Valores de Lisboa Euronext.
A Energias de Portugal, SA (“EDP”), a empresa-mãe da EDPR, é uma empresa utilitária verticalmente integrada, com sede em Lisboa, Portugal. Através das várias empresas componentes, a EDP detém operações significativas de electricidade e gás na Europa, Brasil e Estados Unidos.