ENVIAR A UMA AMIGO

X

A EDPR financia a elaboração de um estudo sobre a interação de aves de rapina rupícolas em Espanha

A EDPR financia a elaboração de um estudo sobre a interação de aves de rapina rupícolas em Espanha

Implementar medidas para minimizar, evitar e compensar os impactos sobre a biodiversidade é uma questão fundamental para uma empresa como a EDPR, mas não devia ser a única em matéria de gestão da biodiversidade.

Uma estratégia integral de biodiversidade implica também desempenhar um papel ativo como empresa, contribuindo para a ampliação e difusão do conhecimento científico na matéria.

Neste sentido, em 2014, a EDPR, através da Fundação EDP, decidiu impulsionar e financiar a Universidade de Málaga, instituição académica de prestígio, para a elaboração de um estudo sobre a interação à escala nacional entre as aves de rapinha rupícolas.

As aves de rapina rupícolas são aquelas que aninham em zonas rochosas. O estudo de investigação desenvolvido por especialistas da Universidade de Málaga, em colaboração com pessoal da EDPR, centrou-se em três espécies: o abutre-fouveiro ou grifo (Gyps fulvus), o abutre-do-egito (Neophron percnopterus) e a águia-de-bonelli (Aquila fasciata).

A conclusão principal do estudo evidencia que o crescimento populacional registado pelo abutre-fouveiro nas últimas décadas, que continua atualmente, pode ter consequências sobre a conservação de outras espécies ameaçadas, como o abutre-do-egito.

Para mais informações consulte uma versão resumida do estudo:
Interacciones entre rapaces rupícolas (versao espanhola)