ENVIAR A UMA AMIGO

X

A Moray Offshore Renewables anuncia as primeiras projecções do impacto económico local

A Moray Offshore Renewables anuncia as primeiras projecções do impacto económico local

Numa conferência de imprensa realizada hoje em Inverness, a Moray Offshore Renewables Ltd. divulgou um relatório que explica o trabalho por si realizado ao longo do último ano com vista ao desenvolvimento de planos para um parque eólico offshore de 1500 MW na zona exterior do Estuário de Moray (também conhecida como Outer Moray Firth).

A energia será gerada por turbinas eólicas offshore, sendo cada uma capaz de produzir até 7 MW. Estas turbinas utilizam tecnologia desenvolvida pela indústria do petróleo e gás do Mar do Norte e permitem que o seu desenvolvimento seja feito em águas de maior profundidade (até 60 metros ou 200 pés), a mais de 13 milhas da costa. A energia será recolhida por um máximo de oito plataformas eléctricas offshore, antes de ser enviada para terra através de um ponto de ligação à rede eléctrica situado na Central Eléctrica de Peterhead.

O relatório resume as investigações realizadas ao nível do ambiente físico, biológico e humano, incluindo pormenores sobre o novo mercado de bens e serviços que o projecto trará para a região.

Dependendo do sucesso do desenvolvimento da rede de abastecimento local, as empresas que operam na zona do Golfo de Moray poderiam aproveitar este novo mercado, susceptível de valer centenas de milhões de libras para a economia da região. Tal poderá gerar entre 360 a 1400 postos de trabalho durante a fase de construção e entre 130 a 280 nas fases de funcionamento e manutenção.

O relatório será disponibilizado ao público em exposições a decorrer em várias localidades da costa do Golfo de Moray ao longo das próximas três semanas.

Comentário do Director-Geral da EDPR UK, Dan Finch:

“Ao longo do último ano, temos trabalhado arduamente no sentido de transformarmos a proposta de alargamento do aproveitamento do vento offshore para águas mais profundas num projecto viável. Este relatório demonstra algum do trabalho que realizámos por entre uma imensidão de estudos ambientais diferentes.

Em particular, o relatório examina alguns dos prováveis impactos económicos do projecto, demonstrando também a dimensão do novo mercado que iremos criar na região do Golfo de Moray e na Escócia. É com grande agrado que iremos trabalhar com o Governo e as agências de negócios que desenvolverão a rede de abastecimento e transformarão este novo mercado em postos de trabalho e crescimento económico”.