ENVIAR A UMA AMIGO

X

EDP Renováveis anuncia resultados do primeiro semestre de 2011: EBITDA cresce 19% para 409 milhões de euros

EDP Renováveis anuncia resultados do primeiro semestre de 2011: EBITDA cresce 19% para 409 milhões de euros

A EDP Renováveis (EDP Renováveis, Euronext: EDPR), líder mundial no sector de energias renováveis e a terceira maior produtora a nível mundial de energia eólica, anunciou hoje os resultados do primeiro semestre de 2011. A empresa aumentou a sua capacidade instalada em 1,37 GW durante os últimos doze meses, dos quais 486 MW foram instalados no primeiro semestre de 2011 (que correspondem a cerca de 60% da capacidade estimada a instalar ao longo de todo o ano de 2011). A produção eléctrica na primeira metade do ano aumentou 27% em termos homólogos, alcançando 8,79 GWh. A EDPR manteve o load factor em 32%, um dos valores mais altos da indústria que realça a qualidade e diversificação da carteira de activos em exploração.

As receitas e o EBITDA aumentaram, respectivamente, em termos homólogos, 18% e 19%, em linha com o forte crescimento operativo da empresa, e com aumento da margem de EBITDA (75%, no primeiro semestre de 2011). Em termos geográficos, o EBITDA cresceu 16% na Europa e 22% nos Estados Unidos.

Os lucros líquidos do primeiro semestre de 2011 atingiram os 90 milhões de euros, reflectindo a performance operacional durante este período, a extensão do período útil de vida dos activos em exploração, e as mais-valias obtidas com a venda da participação na SEASA. O cash flow operacional cresceu 49% face ao primeiro semestre de 2010, cifrando-se em 353 milhões de euros. O investimento no período atingiu os 345 milhões de euros.

Em Espanha, no decorrer dos primeiros seis meses de 2011, a EDPR assumiu o controlo total da GENESA (1,7 GW de capacidade instalada) da qual já detinha 80%. Na região de Aragão foram-lhe adjudicados 127 MW.

A EDPR fechou ainda a negociação de project finance na Roménia e no Brasil, que somam 228 MW e 70 MW de capacidade, respectivamente.

No Reino Unido, a EDPR assinou um acordo de cooperação com a empresa energética espanhola Repsol, para desenvolver conjuntamente 2,4 GW de capacidade na Escócia. Nos EUA, a EDPR ganhou um contrato de fornecimento de energia de longo prazo pelo total de 45 MW e estabeleceu uma nova parceria institucional para outros 99 MW.