ENVIAR A UMA AMIGO

X

EDPR anuncia colaboração com a Fórmula E, competição de veículos elétricos

EDPR anuncia colaboração com a Fórmula E, competição de veículos elétricos

Londres (Reino Unido), 24/11/2015 – A EDP Renováveis (Euronext:  EDPR), líder mundial no setor das energias renováveis e o quarto maior produtor mundial de energia eólica, confirmou hoje a sua colaboração com a Fórmula E, o primeiro campeonato realizado com monolugares totalmente movidos a energia elétrica.

No âmbito da nova colaboração, a EDPR doou 10.000 certificados verdes, o suficiente para cobrir as necessidades energéticas de toda a sessão de abertura da prova e alinhar o consumo energético da Fórmula E com as vantagens ambientais da energia eólica, através da compra de Certificados de Energia Renovável (CER).

Segundo Alejandro Agag, CEO da Fórmula E: “Estou extremamente satisfeito com o facto de a EDPR nos ter permitido cobrir as necessidades energéticas da sessão de abertura da Fórmula E. Tanto nós como a EDPR, estamos empenhados na promoção e utilização das energias renováveis e na consequente minimização da nossa pegada de carbono. Este aspeto transforma a nossa colaboração numa combinação perfeita.”

Gabriel Alonso, CEO da EDP Renewables North America, acrescenta: “Através desta iniciativa, a EDPR procura apoiar novas tecnologias I+D na indústria automóvel associadas à energia elétrica, com o objetivo final de fomentar o interesse dos amantes do desporto motorizado por carros de corrida que utilizem energias menos poluentes.”

Sobre o Campeonato de Fórmula E: A Fórmula E é um campeonato inovador da FIA e a primeira competição de monolugares  totalmente elétricos do mundo. Representa uma visão do futuro da indústria automóvel, servindo como base de pesquisa ao desenvolvimento de veículos elétricos, acelerando o interesse generalizado por este tipo de automóveis e promovendo a sustentabilidade ambiental. A primeira temporada iniciou-se em Pequim, em setembro de 2014, e terminou em Londres, em Junho de 2015, com 11 corridas em 10 grandes cidades de escala internacional. O campeonato conta com 10 equipas, cada uma composta por 2 pilotos, que competem para criar um espetáculo único e cheio de emoção, concebido para atrair uma nova geração de aficionados do desporto automóvel. A segunda temporada iniciou-se em outubro em Pequim, onde a competição se tornou um “campeonato aberto”, permitindo aos construtores autorizados desenvolver novos sistemas de propulsão. Nas próximas temporadas assistiremos a uma nova flexibilização do regulamento que permitirá aos construtores centrar a sua atenção na melhoria tecnológica das baterias.

Para mais informações sobre a Formula E, visite www.fiaformulae.com