ENVIAR A UMA AMIGO

X

Wind Float

A EDPR analisa constantemente as perspetivas comerciais de uma vasta gama de tecnologias de aproveitamento das energias renováveis que estão ainda pouco desenvolvidas, como forma de assegurar o seu futuro. O projeto WindFloat, conduzido pela EDP Inovação em parceria com a EDPR, é um ótimo exemplo desta abordagem.

Com o projeto WindFloat, desenvolvemos uma tecnologia que vai permitir a exploração do potencial eólico no mar, em profundidades superiores a 40 metros. O foco de inovação do projeto baseia-se no desenvolvimento de uma plataforma flutuante, partindo das experiências da indústria de extração de petróleo e de gás, onde irá assentar uma turbina eólica com vários MW de capacidade de produção.

A plataforma flutuante é semissubmersível e fica ancorada ao leito do mar. A sua estabilidade é conseguida através de um sistema de comportas que se enchem de água na base dos três pilares, associadas a um sistema de lastro estático e dinâmico. O sistema WindFloat adapta-se a qualquer tipo de turbina eólica offshore. Este sistema é totalmente construído em terra, incluindo a montagem das turbinas – evitando assim difíceis e dispendiosos trabalhos em alto mar.

O projeto WindFloat engloba a conceção e construção de um prototipo onde é montada uma turbina eólica de 2 MW. O protótipo foi instalado ao largo da costa portuguesa, perto de Aguçadoura, e ligado à rede elétrica em finais de dezembro de 2011. Trata-se do primeiro projeto de instalação de turbinas eólicas offshore em todo o mundo que não implicou a utilização de pesados sistemas de construção e montagem no mar.