ENVIAR A UMA AMIGO

X

Resultados da EDP Renováveis nos primeiros nove meses de 2013: Resultado líquido aumenta 10% para 102 milhões de euros

Resultados da EDP Renováveis nos primeiros nove meses de 2013: Resultado líquido aumenta 10% para 102 milhões de euros

Receitas aumentaram 7%, alcançando 1.003 milhões de euros em termos homólogos

EBITDA aumenta 5% para 708 milhões de euros

A EDP Renováveis (Euronext: EDPR), líder global no setor de energias renováveis e o terceiro maior produtor mundial de energia eólica, anunciou hoje que, durante os primeiros nove meses de 2013, a sua produção de eletricidade subiu 7%, face ao período homólogo, para 14,2 TWh, como resultado do aumento de capacidade instalada ao longo dos últimos 12 meses (+428 MW) e do aumento do índice do load factor para 29%, um dos mais elevados do setor.

Nos primeiros nove meses de 2013, as receitas alcançaram 1.003 milhões de euros, um aumento de 7% em termos homólogos, estimuladas pelo aumento da produção de eletricidade e pela subida do preço de venda. O EBITDA cresceu 11% em termos homólogos para 708 milhões de euros, enquanto os valores do EBIT mostram um aumento de 5% em linha com o EBITDA, tendo em conta o crescimento de 5% da amortização líquida dos ativos.

O resultado líquido registado durante o período em análise aumentou 10%, em termos homólogos, para 102 milhões de euros, enquanto o resultado líquido ajustado cresceu 5%, para 98 milhões de euros (ajustado por eventos extraordinários, diferenças cambiais e ganhos de capital).

O cash flow operacional subiu 7%, em comparação com o mesmo período do ano transato, para 570 milhões de euros entre janeiro e setembro de 2013. A dívida líquida diminuiu em 112 milhões de euros face a dezembro de 2012.

Entre os factos mais relevantes do período é possível destacar a conclusão da venda de uma participação minoritária e empréstimos acionistas em parques eólicos em Portugal (recebendo 368 milhões de euros) e a formalização de outras duas operações de rotação de ativos com a Fiera Axium e a Axpo Froup, ainda não contabilizadas. O programa de rotação de ativos da EDPR alcançou já um total de 620 milhões de euros (quatro transações executadas).

Como parte da sólida estratégia, desde o inicio do ano a EDPR assegurou já 1.000 MW em contratos de venda de energia.

Acerca da EDP Renováveis (EDPR)

Com escritórios centrais em Madrid, a EDP Renováveis (Euronext: EDPR) é líder mundial do setor das energias renováveis e o terceiro maior produtor mundial de energia eólica. Com uma sólida carteira de projetos em desenvolvimento, ativos da mais alta qualidade e uma capacidade de exploração líder do mercado, a EDPR tem protagonizado um significativo desenvolvimento nos últimos anos e já está presente atualmente em 11 mercados internacionais (Bélgica, Brasil, Canadá, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, Polónia, Portugal, Reino Unido e Roménia). A Energias de Portugal, SA (“EDP”), acionista maioritário da EDPR, é uma empresa de energia internacional, líder em criação de valor, inovação e sustentabilidade. A EDP é o maior grupo industrial português e a única empresa portuguesa que integra os índices de sustentabilidade Dow Jones Sustainibility Index (World e STOXX).