ENVIAR A UMA AMIGO

X

O consórcio formado pela RWE Innogy, EDP Renováveis e Macquarie Capital vai participar numa licitação de energia eólica offshore na Holanda

O consórcio formado pela RWE Innogy, EDP Renováveis e Macquarie Capital vai participar numa licitação de energia eólica offshore na Holanda

London, Essen, Madrid 11 de Novembro 2015

As empresas RWE Innogy, EDP Renováveis e Macquarie Capital formaram um consórcio com vista a participar na próxima licitação de energia eólica offshore a realizar na Holanda. O consórcio estará inicialmente focado na primeira sessão de licitação para os parques Borssele I e II com capacidade total de 700 MW.

Para Hans Bünting, CEO da RWE Innogy: “A formação deste consórcio é um passo importante na estratégia de participação neste concurso público que terá lugar na Holanda.  As sólidas capacidades financeiras da Macquarie Capital e a vasta experiência em energia eólica offshore da EDP Renováveis complementam na perfeição o nosso know-how e experiência no desenvolvimento, construção e manutenção de parques eólicos marítimos enquanto terceiro maior operador europeu deste tipo de plataformas. Este forte consórcio, com larga experiência, está empenhado e preparado para apresentar uma proposta competitiva e conseguir a adjudicação dos parques Borssele I e II.”

João Manso Neto, CEO da EDP Renováveis, reforça: “A conjugação da experiência e capacidades das três empresas que formam a joint venture transforma-nos num forte candidato a disputar os próximos concursos públicos de energia eólica lançados pelas autoridades holandesas. Trata-se de três empresas líderes nos seus respetivos setores que se uniram para formar uma excelente opção para gerir os planeados 700 MW a instalar em Borssele I e II.”

Mark Dooley, Responsável pela secção de infraestruturas, serviços públicos e energias renováveis da Macquarie Capital Europe, conclui: “A Macquarie Capital está extremamente satisfeita por se ter associado à RWE Innogy e à EDP Renováveis para os parques Borssele I e II dado o vasto conhecimento e experiência que estes parceiros trazem ao setor da energia eólica offshore. A experiência da Macquarie Capital noutros mercados europeus de energia eólica e a nossa longa presença no mercado holandês de infraestruturas e serviços públicos coloca-nos numa posição privilegiada para participar nestes projetos”.

A Macquarie Capital irá atuar como consultor financeiro do consórcio.

Cinco grandes licitações nos próximos cinco anos no setor da energia eólica na Holanda
Para aumentar a sua atual capacidade de energia eólica offshore em 3.500 MW, o governo holandês irá abrir um concurso público para cinco parques eólicos, cada um com capacidade de 700 MW, entre 2015 e 2019. Estes parques situam-se dentro das três zonas designadas –  Borssele, costa sul da Holanda e costa norte da Holanda. Cada zona encontra-se dividida em dois lotes de 350 MW cada. Cada lote será submetido a concurso e licitado separadamente.

O consórcio recém-formado irá centrar-se inicialmente na primeira fase de licitação referente aos parques Borssele I e II, com capacidade de 350 MW cada. A primeira licitação do processo deverá iniciar a 1 de dezembro de 2015 e terminar a 31 de março de 2016. Findo o prazo de licitação, o governo holandês terá 13 semanas para determinar o vencedor do concurso público. Prevê-se que a decisão final de adjudicação seja conhecida, o mais tardar, no início de julho de 2016.