Fundación EDP apresenta os 23 projetos selecionados pelo programa EDP Solidária

edpr news

Fundación EDP apresenta os 23 projetos selecionados pelo programa EDP Solidária

Sexta-feira 11, Janeiro 2019

Madrid, 10 de janeiro 2019 - A Fundación EDP apresentou hoje em Madrid os 23 projetos selecionados pelo programa EDP Solidária 2018 que irão compartir 600 mil euros na implementação de diversas propostas de melhorias sociais. A cerimónia de apresentação dos projetos teve lugar esta tarde no Auditório Rafael del Pino, num evento que contou com a presença, para além do presidente da Fundación EDP, Manuel Menéndez, do presidente do Conselho de Supervisão da EDP, Luis Amado; de João Manso Neto, CEO da EDP Renováveis; Rui Teixeira, CEO da EDP Espanha; o embaixador de Portugal Francisco de Menezes, e representantes de empresas do Grupo IFA Decathlon, Ahorramas, Leroy Merlin, Calidad Pascual, El Corte Inglés, entre outras.

A iniciativa EDP Solidária completou em Espanha sua quarta edição em 2018 e consolidou-se como um dos programas de maior projeção da Fundación EDP dado que, desde a sua primeira edição, tem vindo a aumentar notavelmente o orçamento designado e o número de projetos selecionados. De 11 projetos selecionados em 2015, com uma dotação inicial de 344 mil euros, passou-se aos 23 projetos aprovados e iniciados em 2018 e cuja execução será realizada a nível nacional em 2019, com um aporte total de 600 mil euros.  Esse valor representa um aumento das ajudas financeiras em 74% desde o nascimento da EDP Solidária.

No seu discurso de abertura da cerimónia, o presidente da Fundación EDP, Manuel Menéndez, destacou o impacto positivo desse “inovador projeto de apoio à transformação social”.  Na sua opinião, o programa EDP Solidária "responde ao objetivo fundamental da nossa Fundação, que não é outro senão a melhoria da qualidade de vida de todas as pessoas e a integração dos menos favorecidos. Estamos comprometidos com as comunidades locais para promover o desenvolvimento sustentável da sociedade, e este é um exemplo claro desse compromisso”, assegurou. 

Aumento do número de propostas apresentadas

A aposta da Fundación EDP no programa foi validada pelo interesse das associações.  Durante o período de apresentação das propostas, aberto durante todo o mês de março, foram registados 89 potenciais projetos, face aos 76 do ano passado.  Após o processo de avaliação, foram selecionados 23 projetos, dos quais 10 estão sediados nas Asturias, 10 em Madrid, e três no País Basco, Cantabria e Aragão, respetivamente.

O comité de seleção dos projetos foi composto por responsáveis de diferentes áreas do grupo EDP, juntamente com representantes de empresas parceiras, como a Hunosa, Industrial Química del Nalón e Hijos de Luis Rodríguez.

A implementação dos projetos será supervisionado por gestores voluntários da EDP, e estima-se que as propostas selecionadas beneficiarão cerca de 23 mil pessoas.

No evento desta tarde no Auditório Rafael del Pino, em Madrid, estiveram presentes os representantes das 23 associações escolhidas para se tornarem parte da EDP Solidária.

Astúrias

  •  Uma cidade para todos, com o projeto "Moradias integradas, pessoas integradas".
  •  ES Retina Astúrias, com o projeto “CapAAPcita-te. Formação de novas tecnologias acessíveis às pessoas com baixa visão e deficiência visual".
  • ASPACE Astúrias, com o projeto "Ampliação do centro residencial Aspace Astúrias".
  • Associação de Amigos contra as Drogas, com o projeto "programa de tratamento para pessoas com problemas com a bebida -PPB- em regime de centro de dia."
  • Fundação C.E.S.P.A, Projeto Ho mbre de Asturias Evaluar, com o projeto "Apoio para a inserção laboral de pessoas com dependência em reabilitação”.
  • Associação Parkinson Astúrias, com o projeto “Escola de Parkinson Astúrias”.
  • Fundação Siloé, com o projeto "Aula de Música da Fundação Siloé".
  • Associação Asturiana de Esclerose Múltipla, com o projeto "Reabilitação Virtual". Novos horizontes para a autonomia na esclerose múltipla".
  • Identidade Para Eles e Elas, com o projeto "Dédalo".
  • Associação Cuentayá, com o projeto “SALTO".  Acompanhamento socioeducativo para a transição para vida adulta”.

Madrid

  •  Associação Madrilena de Inserção Social Aurrera, com o projeto "EDP recupera o teu espaço intercultural”.
  •  AFANIAS, A. Pró Pessoas com Deficiência Intelectual, com o projeto "Entre Nós".
  •  SERCADE, com o projeto "Programa educativo para a integração da migração ‘Casa Comum‘”. 
  •  Associação Cultural la Kalle, com o projeto "A FABLAB-TEKA Laboratório de Fabricação Digital".
  •  Fundação Síndrome de Down de Madrid, com o projeto "Empreendedorismo Ambiental  Down Madrid".
  •  Associação Asperger Madrid, com o projeto "Intervenção em contextos naturais para pessoas com síndrome de Asperger e/ou TEA".
  •  Apostólicas CJ — Comunidade de Trabalhos Sociais, com o projeto “Caixa de ferramentas". Olha para mim, sou visível.  Programa de consciencialização e inovação na identificação e atenção à violência de género em mulheres maiores de 65 nos municípios da Comunidade de Madrid”. 
  • Fundação Ajuda em Ação, com o projeto "STEPS: passos para a inclusão da infância vulnerável”.
  • Fundação Tomillo, com o projeto "Rejeição urbana: proposta sustentável de emprego"
  • Confraria Cancelaria de Espanha (CONCAES), com o projeto "Programa de responsabilização do delito e reparação do dano no sistema penitenciário".

Aragão

  • Associação Católica Internacional Serviços Juvent, com o projeto “Na Via Digital”. 

País Basco

  •  Cáritas Diocesana de Bilbao, com o projeto "HERRIZ-HERRI (aldeia a aldeia)".

Andaluzia

  •  Religiosas de Jesus-Maria, com o projeto "Investir na primeira infância é investir no futuro".

 

EDP Solidária 2019

O presidente da Fundación EDP, que apresentou a agenda estratégica para os anos de 2019-2021, anunciou ainda a convocatória para a EDP Solidária 2019, com um orçamento de 600 mil euros em ajudas e cuja apresentação de candidaturas poderá ser feita entre 1 e 31 de março.

Como requisito geral, as propostas devem focar-se em necessidades sociais prioritárias, como o apoio a pessoas socialmente desfavorecidas, a integração de comunidades em risco de exclusão social e a promoção do emprego e do empreendedorismo.

Academia Fundación EDP

Por fim, Menéndez anunciou a entrada em funcionamento da Academia da Fundación EDP, um programa dirigido às entidades beneficiárias de todas as edições da EDP Solidária que tem como objetivo contribuir para o fortalecimento das capacidades organizativas das entidades colaboradoras, com o fim de reforçar seu impacto social.

Neste sentido, a Academia Fundación EDP combinará a formação intensiva com sessões de mentoring, num programa dividido em três fases que terminará no próximo mês de julho.