edpr news

EDP Renováveis assina PPA solar de 100 MW nos Estados Unidos

Quarta-feira 06, Maio 2020

Com este novo contrato, a EDPR já contratou 83% da meta visada de aproximadamente 7 GW em capacidade global eólica e solar pretendida para o período de 2019-2022.

Madrid, 05 de maio de 2020: a EDP Renováveis, SA («EDPR»), líder mundial no sector das energias renováveis, e uma das maiores produtoras de energia eólica do mundo, através da sua subsidiária integralmente detida, a EDP Renewables North America LLC, assinou um contrato de compra e venda de energia elétrica (PPA na sigla em inglês) a 15 anos com a Redwood Coast Energy Authority («RCEA») para vender a energia produzida no projeto solar fotovoltaico de 100 MW, o Sandrini Sol 1.

O projeto, situado no estado da Califórnia nos Estados Unidos, deverá entrar ao serviço em 2022. O projeto irá trazer vantagens económicas aos californianos através de pagamentos aos proprietários de terrenos locais e aos governos, bem como oportunidades de trabalho durante a construção e operação e ainda um aumento do gasto no comércio local nas proximidades do parque solar. O Sandrini Sol 1 também irá gerar eletricidade limpa suficiente para alimentar anualmente mais de 46 000 famílias médias na Califórnia e irá poupar cerca de 670 milhões de litros de água por ano. 

Com este contrato, a EDPR já assegurou 2,0 GW de projetos a instalar nos Estados Unidos até 2022. 

Tendo em conta a carteira de ativos solares em serviço e os 1,3 GW de projetos solares já contratados, até 2022 o portefólio da EDPR irá aumentar a sua diversificação tecnológica e atingir 1,6 GW de capacidade solar pretendida.

Com este contrato, a EDPR já contratou ~83% da meta visada dos ~7,0 GW em capacidade global pretendida para o período de 2019-2022, tal como foi anunciado na Atualização Estratégica a 12 de março de 2019. A EDPR irá continuar a analisar e a desenvolver projetos que cumpram os seus critérios de risco e rentabilidade internos.
O êxito da EDPR na contratação de novos PPAs reforça o seu perfil de baixo risco e a estratégia de crescimento com base no desenvolvimento de projetos competitivos e inovadores com visibilidade a longo prazo.